Tionemulla
outubro 6, 2018
Category
Clients

Ensaios

Em busca da fotografia pura

O que é uma coisa pura? Muitos diriam que é uma coisa boa. Sim, é verdade. Mas o que é uma pessoa boa? O que é a bondade? Para mim, Lucas, gente boa é alguém que age espontaneamente, sem segundas intenções. Suas ações são espontâneas e não premeditadas, pois o ser humano pode premeditar suas ações, objetivando efeitos, resultados ou conquistas. E se ele o assim faz, dependendo da situação não está sendo sincero. A bondade de fato requer uma naturalidade, uma espontaneidade e principalmente requer fazer as ações de coração pelo simples fato de fazê-las e assim encontrando nelas a própria recompensa (e não em resultados, consequências ou conquistas). Tristemente, são raras as situações em que observamos pessoas de fato naturais, sinceras e que fazem algo por fazer porque se sentem bem com a ação, não objetivando resultados. A pureza para mim é isto: fazer as coisas de coração. Resultados não justificam meios, cada pessoa é importante e merece amor; a sinceridade e a transparência são valores. Teatralizações não colaboram para o mundo, vestir máscaras e roupagens para chamar atenção é algo vazio e enganoso. Sabe-se que aquelas pessoas que não encenam chegam a ser ridicularizadas, são consideras ultrapassadas, de outro tempo, fora de moda… Não são de lá muito atraentes e não chamam muita atenção. Pois sou destas pessoas. E quero colaborar com cada pessoa que esteja aberta a este pensamento… Quero fotografar milhares de pessoas. A promiscuidade, a corrupção, esta falta de sinceridade e naturalidade no mundo desordena a vida como um todo. As pessoas não se apresentam da forma como são, daí não se espanta a existência de tanta impureza, maldade, sensualidade e insensibilidade… Esta falta de caráter, respeito, educação e menosprezo pelos valores essenciais da vida. Fingir ser algo que não é sem dúvida é uma das causas más para o mundo que vivemos. A pureza está no ser, não ser puro é se corromper, mentir e brincar com os seus semelhantes. Mesmo com a edição presente desde o enquadramento e a eleição do que fotografar, que busquemos pessoas e momentos reais, marcos importantes na vida para ficar na memória e celebrações de pequenas vitórias. Conte comigo, Lucas Braga, para registrar um dia ou uma tarde, um encontro, a reunião da família, o nascer do filho, a data que será guardada… Vamos registrar a vida!

"Fechei os olhos e pedi um favor ao vento: Leve tudo o que for desnecessário. Ando cansada de bagagens pesadas... Daqui para frente levo apenas o que couber no bolso e no coração". Cora Coralina